Thomas Mann: um escritor contra o nazismo

Artigo escrito por Sonia Dayan-Herzbrun para o periódico Trans/Form/Ação

Sonia Dayan-Herzbrun

O combate que Thomas Mann travou contra o nazismo a partir de 1922 é exemplar, pois é o de um escritor apaixonado pela liberdade e não o de um militante. Ele privilegia a ficção e o mito como meios de luta contra o fascínio exercido pelo nazismo e afirma a permanência de uma Alemanha cultural, cosmopolita, fonte de uma universalidade estranha a todos os particularismos étnicos. Goethe, com quem ele se identifica e no qual se projeta, é a figura de proa dessa Alemanha.

Clique aqui para o texto completo [pdf – 16 páginas]

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments