Brilhante artigo e tradução da irmã Mary Schultze no Informativo Batista, intitulado “O Frio Deus do Livro A Cabana” ( aliás O Informativo é um precioso trabalho feito pelo irmão Vital de Souza, tem sido meu canal de informações da vida batista e evangélica no Brasil ), nesse artigo se exaure tudo quanto o livro difere das escrituras, e quanto insidiosamente o movimento nova era e novo teísmo propagam suas ideias.

É ficção, contudo espelha e espalha ideias,é uma estória imaginária, o ser humano é apaixonado por estórias. Jesus as usou maestralmente, eram as parabolas (não ficção)seu meio mais comum e eficaz de repassar Sua verdade, a única verdade. “A que compararei o reino dos céus ? o reino dos céus é semelhante…” e aí mais uma parabola.

Agora minha questão, e aqui os irmãos me ajudem. Penso em fazer um anúncio para os que querem discutir os pontos positivos do livro, e aí nesse grupo, falar do Deus Real, Seu amor, Sua graça e a necessidade de salvação. Será que funciona?

Rick Warren usou o filme “As Crônicas de Narnia” para levar centenas à sua igreja. No Livro “A Cabana”, a capa que tenho do e-book diz: “este livro fará para nossa geração o que “O Peregrino” de J. Bunyan fêz para a geração dele” , que atrevimento. Proprio do Diabo dizer que a distorção do evangelho fará tremendo benefício aos “crentes” comparando o livro com “o peregrino” que foi e é fonte de amadurecimento cristão. Contudo, seria possível usar suas proprias armas ?

Creio que Mr. Young, o autor, como muitos de nós, gosta de ler de tudo. Ele cita “as particulas subatomicas que ora são ondas ora são particulas”, aliás o movimento “new age”adora a teoria quantica, livros com “the field”, documentários “what a bleep do we know” e recentemente “a lei da atração”, todos seguem a mesma linha.

Em 2007 comecei um grupo chamado “living by design”, um grupo para estudar a lei da atração, começávamos com oração, e deixava que as pessoas discutissem o filme “o segredo” e o livro “Law of Attraction” de Hicks. Depois eu terminava fazendo uma correlação entre os ensinos deles e a biblia, como eles haviam tirado suas ideias positivas de versos como “o que o homem pensa assim ele é “Prov. 27:3 e outros tantos.

Cheguei a produzir um livro para o grupo chamado “Living by Design, your Law of Attraction” citando somente a biblia , não traduzi ainda, talvéz algum dia. Depois de quase um ano com pessoas que vinham e iam cheguei à conclusão, a maioria queriam um deus que aceitasse tudo, rejeitavam flagrantemente o Deus de compromissos, igreja é coisa do passado, somente os da “unity church” é que ficaram, viram que era um ótimo lugar para pescar gente para a igreja deles !!! conclusão, fechei o grupo, fiz alguns amigos que já iam a uma igreja cristã, mas dessas que tudo esta bem.

Fica aqui minha indagação, será que vale apena tentar outra vez?

Evaristo Lacerda, no site do Informativo Batista.

embora tenha recomendado o livro na newsletter e presenteado vários leitores, não considero o livro a quintessência literária da década. no entanto, ler comentários pouco fundamentados faz a porção italiana do meu sangue entrar em ebulição. não consigo ficar quieto… rsrs

minha contribuição ao autor do texto. no final do livro, william young expõe o nome de seus escritores favoritos: jacques ellul, tozer, c.s. lewis, kierkgaard, ravi zacharias, donal miller, entre vários nomes citados. será que essa seleção de notáveis é de alguém que “gosta de ler de tudo”?

o autor da frase “diabólica” comparando o livro a “o peregrino” é eugene peterson, nome que dispensa apresentações.

por fim, creio que não fica bem p/ um pastor pegar arquivos ilegais de livros. pirataria é crime e esse tipo de prática não deixa de ser uma forma de surrupiar a editora e o próprio autor do livro.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments