A cidade e os livros, livro de um dos meu poetas prediletos, Antonio Cicero, apresenta poemas com temáticas variadas. Destaco aqui um curto, mas que me muito me agrada:

Merde de poete
Quem gosta de poesia “visceral”,
ou seja, porca, preguiçosa, lerda,
que vá ao fundo e seja literal,
pedindo ao poeta, em vez de poemas, merda.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments