“A simplicidade é esquecimento de si, de seu orgulho e de seu medo: é quietude contra inquietude, alegria contra preocupação, ligeireza contra seriedade, espontaneidade contra reflexão, amor contra amor próprio, verdade contra pretensão…”

“O amor não está em nosso poder, nem pode estar. Quem escolhe amar? O que pode a vontade sobre um sentimento? O amor não se comanda; a generosidade sim: basta querer. O amor não depende de nós; é o maior mistério, por isso escapa às virtudes, por isso é uma graça, e a única.”

André Comte-Sponville, em Pequeno Tratado das Grandes Virtudes (Martins Fontes).

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments