Johann Wolfgang von Goethe (1749 – 1832)

“Poetas não podem calar-se,Querem às turbas mostrar-se.Há de haver louvores, censuras!Quem vai confessar-se em prosa?Mas abrimo-nos sob rosaNo calmo bosque das musas. Quanto errei, quanto vivi,Quanto aspirei e sofri,Só flores num ramo – aí estão;E a velhice e a juventude,E o erro e a virtudeFicam bem numa canção.”Poema Aos leitores Amigos, de Goethe

Biografia em português
Biografia em inglês
Goethean Science Site
Matéria especial da Deutsche Welle (em português)

Obras
Fausto (em português)
Página de Goethe no projeto Gutenberg
Obras de Goethe em alemão
Egmont (em inglês)
Les Affinités Électives (em francês)
I dolori del giovane Werther (italiano)
Algunas Poesías (em espanhol)
Os Sofrimentos do Jovem Werther (em português)
Poemas de Goethe em diversos idiomas
Conversations with Goethe (em inglês)

Multimídia
Faust, eine deutsche Volkssage: adaptação cinematográfica de 1926 feita por F. W. Murnau – filme na íntegra
Jussi Björling canta trecho da ópera Fausto, de Gounod
Trecho da Sinfonia Fausto, de Liszt, com Daniel Barenboim
Maria Callas canta D’amour L’ardente Flamm da obra La Damnation de Faust, de Berlioz
Abertura de Egmont, música escrita por Beethoven para acompanhar a peça de Goethe, com Karajan e a Filarmônica de Berlim
Trecho de Movimento em Falso, filme de Wim Wenders baseado em Goethe
Programa da BBC dedicado a Goethe (em inglês)

Fonte: Plano Nacional do Livro e Leitura
Imagem: Internet

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments