“No Êxodo, Deus está ao lado de gente que não deixa de ter medo, de sofrer, de desejar mas nem sempre conseguir, de não ter tudo o que gostaria, de adiar algumas conquistas, mas que é gente que vive de verdade.”

“Eric Fromm propõe em sua ‘interpretação radical’ do Antigo Testamento que o Deus poderoso no Êxodo endurece o coração de Faraó tanto quanto o coração do povo que quer libertar.”

“O Deus bíblico é o Deus que se revelará a nós na próxima esquina. Ele insiste em se encontrar conosco pelas esquinas da nossa rotina, mas com frequência o desprezamos pela dureza do nosso coração: ativismo, insensibilidade, obsessão insaciável por conquistas.”

“Que Deus incrível este. Romântico, eu diria. Faz o jogo da sedução. Esconde-se por trás de um sinal tão delicado que pode ser desprezado. E, se pode ser desprezado, reivindica sensibilidade, desejo, imaginação, reverência.”

Elienai Cabral Jr., em Salvos da Perfeição (Ultimato).

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments