– Howard – Albert disse enfaticamente-, terminei os livros de Gênesis e Êxodo, e fiquei muito empolgado com as histórias da jornada dos filhos de Israel rumo à Terra Prometida.

Meu espírito reviveu quando ouvi sua voz.

– Isso é maravilhoso. Fico feliz que você está gostando – comentei.

– Entretanto – ele continuou, nitidamente com menos entusiasmo -, estou agora no livro de Números, depois de pular grande parte de Levítico. Na verdade, acho esses dois livros muito entediantes.

Camus fez um som como se estivesse limpando a garganta, antes de continuar.

– Eu gostaria de conversar com você a respeito do que li.

Ri um pouco e respondi:

– Albert, embora a Bíblia seja literatura, você não precisa lê-la como se fosse um romance ou uma peça de teatro.

Howard Mumma em Albert Camus e o Teólogo (Carrenho Editorial)

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments