Em Mulheres de aço de flores, Fábio de Melo tem o mérito de assumir para si um eu feminino e, na perspectiva feminina, nos presenteia com histórias diversas sobre o universo feminino. Se este é seu mérito, também é seu ponto negativo, por vezes Fabio de Melo soa clichê em alguns textos, mas nada, absolutamente nada, que desmereça a leitura.

• Mulheres de aço e de flores. Fábio de Melo. Editora Gente. (216p.)

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments