Independente do que você faça na vida, algumas pessoas não vão gostar. Quanto mais brilhante a luz, mas insetos ela atrai. Quando meu livro Um vida com propósitos tornou-se conhecido, tornei-me alvo de críticos mal-intencionados que tinham o prazer em me atacar e me apresentar de maneira errada. Tentei me concentrar em apoiar minha esposa, Kay, que lutava contra um câncer naquela época, mas os ataques eram desanimadores. Durante aquela experiência, fui animado pelos pequenos e frequentes lembretes de Deus sobre seu amor por mim. Certo final de semana, o grande pastor e escritor londrino John Stott e eu estávamos pregando um sermão conjunto na Igreja Saddleback. John é um gigante espiritual que tem sido meu amigo e mentor. Depois de pregarmos juntos, conversávamos calmamente e John me pediu que escrevesse o prefácio de Cristianismo Básico, seu espetacular best-seller. Senti-me profundamente tocado por seu desejo de associar-se publicamente a mim. Durante semanas, sempre que me lembrava daquilo, eu pensava: entre todas as pessoas ao redor do mundo que John Stott conhece e respeita, ele me escolheu!Seu amor por mim, bem como o de outras pessoas fantásticas que respeito, deu-me a confiança para ignorar a desaprovação das pessoas que não me conheciam.

Rick Warren, em Celebrando uma vida com propósitos: a história mais fascinante da data mais importante do ano (Thomas Nelson)

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments