“O mundo da retribuição, e não só da retribuição temporal, não é a morada de Deus. Quando muito, Ele o visita. O Senhor não se prende ao esquema “dou se me deres”. Nada, nenhuma obra, por valiosa que seja, merece a graça. Se assim fosse, deixaria de sê-lo. Este é o núcleo da mensagem de Jó.

Deus não quer sacrifícios, mas corações arrependidos; não deseja vestes rasgadas, mas corações dilacerados pela dor da falta; não quer oferendas e orações que não levem em conta as injustiças e sofrimentos que se vivem neste mundo. Orar ao Deus da Bíblia não é uma maneira sutil de fugir da história, é sim ocasião de pronunciar palavras encarnadas.”

Gustavo Gutiérrez, em O Deus da Vida (Edições Loyola).

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments