Não preciso de igreja para nada, não preciso de amigos circunstanciais. Busco Deus o dia inteiro, o tempo todo. Procuro dar bom exemplo para minha família, ser boa filha, boa prestadora de serviços para meus clientes. Procuro ser uma pessoa do bem. Estou em paz com isso e estou sempre dizendo a Deus que ele pode contar comigo. Não quero mais participar de palhaçadas. Não tenho mais tempo nem gás para isso. Minha paciência com os evangélicos se esgotou.

Não são minhas palavras, são de uma das pessoas com uma triste história de abuso espiritual, que constam no livro “Feridos em nome de Deus” escrito pela jornalista Marília Camargo de César; mas, quando as li foi como se saíssem da minha própria boca.

Embora muitos possam pensar, não me julgo ferido em nome de Deus. Mas, experimentei muito do que podemos chamar de manipulação e autoridade espiritual. Felizmente nunca tive dificuldade de separar Deus dos “homens de Deus”. E isso me foi de grande ajuda, caso contrário também poderia ser parte de incontáveis histórias de pessoas machucadas e prejudicadas por causa de um sistema divinamente cruel. Ver as pessoas se queimando já foi o bastante para eu nem tentar brincar com fogo!

Ainda não terminei de ler o livro! Por isso não darei maiores considerações sobre o mesmo!

Mas, precisei compartilhar esse excerto com vocês! :)

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments