A Academia Brasileira de Letras (ABL) elege, na próxima quarta-feira (2), o sucessor do bibliófilo José Mindlin, que ocupou a Cadeira 29 até sua morte, em fevereiro deste ano. Além do músico e escritor Martinho da Vila, que tem nove livros publicados, outros três candidatos concorrem à vaga: o advogado e ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Eros Grau, o diplomata Geraldo Holanda Cavalcanti e o ensaísta e diretor da Biblioteca Nacional Muniz Sodré.

A eleição será secreta e presidida pela secretária-geral Ana Maria Machado, que substitui o presidente Marcos Vinicios Vilaça, afastado temporariamente por motivos de saúde.

De acordo com comunicado oficial da ABL, considera-se eleito o candidato que obtiver a maioria absoluta dos votos, 20 nesse caso, já que a ABL é composta atualmente por 39 membros. Apurada a eleição, a presidente interina proclamará o resultado. Em seguida, procederá à tradicional cerimônia de queima dos votos.

A Cadeira 29 foi fundada por Artur Azevedo, que escolheu como patrono Martins Pena, e foi sucessivamente ocupada por Vicente de Carvalho, Cláudio de Souza e Josué Montello.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments