Serranópolis do Iguaçu, cidade de 4,3 mil habitantes situada no Oeste do Paraná, não tem uma livraria sequer. Mas isso não foi empecilho para o município ser o primeiro colocado no Ideb em todo Paraná e ficar entre os 10 melhores do Brasil, com um índice de 7,2. A fórmula do sucesso na educação leva em conta estímulo à leitura, reforço escolar e acompanhamento de alunos.

Único estabelecimento de 1.ª a 4.ª série da cidade, a Escola Municipal Serranópolis do Iguaçu tem cerca de 460 alunos que frequentam o Ensino Médio, Educação Infantil e Eja – Educação para Jovens e Adultos.

Lá, várias iniciativas reforçam o rendimento dos alunos. Uma delas é o projeto Revisando o Conhecimento, no qual os estudantes precisam, além de responder questões do conteúdo, justificá-las. Todos os anos a cidade promove uma feira do livro. Essa foi a maneira encontrada para superar a dificuldade de acesso às obras escritas. Como a cidade não conta com livraria, os moradores precisam ir até Medianeira, município vizinho, para adquirir livros.

Somada a essas duas iniciativas, ainda há outra estratégia: a avaliação de rendimento escolar. Um professor é contratado para avaliar os alunos nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática. O resultado serve como parâmetro para a preparação das aulas que se adaptem às necessidades de aprendizado dos alunos.

A secretária municipal de Educação, Cultura e Esportes, Márcia Lopes, diz que a hora-atividade no município representa 20% da carga horária dos professores. Enquanto docentes preparam as aulas, os alunos ocupam-se com atividades de Educação Física, Inglês, além de oficinas de Matemática, leitura e escrita. Xadrez e oficina de informática também fazem parte do contraturno de alunos da 3.ª e 4.ª séries duas vezes por semana. “Como já tínhamos esses projetos há um tempo, estamos vendo os resultados”, diz a secretária. O índice de evasão no colégio é zero e de aprovação, 97%.

Segundo a secretária, não há um porcentual fixo em relação ao investimento feito na educação, no entanto, nunca é abaixo do mínimo de 25%, como é estabelecido em lei. No último Ideb o índice de Serranópolis era de 5,8.

Fonte: Gazeta do Povo

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments