Li no blog “Livros e Afins” o post “Faça sua lista de livros” em que a idéia é convidar os leitores do blog a construir uma lista de livros seguindo alguns critérios. E como o próprio autor do blog sugeriu crio minha lista seguindo meus critérios.
Segue portanto a minha lista:

1º Livro que mais gostou: Memórias póstumas de Brás Cubas é um livro que à primeira vista foi-me terrivelmente chato mas que depois de algum tempo tornou-se isso: melhor livro já lido, com certeza. Gosto do romance entre o Brás Cubas e a Virgília, não sei por que.
2º Livro mais longo que leu: O mundo de Sofia, eu acho. Confesso que não é um daqueles livros que tenho vontade de reler, mas que de alguma maneira fez-me bem, talvez, pelo conteúdo filosófico, sei lá.
3º Livro que recomenda pra todo mundo: Pode falar Senhor… estou ouvindo é um excelente testemunho que, vira e mexe, recomendo pra galera. Conta a história de Loren e seu sonho de ondas de jovens missionários pelo mundo, muitíssimo bom! #recomendo
4º Livro mais curto que leu: Em 6 passos o que faria Jesus e suas 80 páginas foram o meu primeiro contato com o Paulo Brabo, autor do blog Bacia das Almas. Em poucas palavras o livro deixa um gostinho de quero mais. Com escrita agradável e fora do comum o escritor só tem garantido fãs.
5º Um livro biográfico: Olga conta a trajetória da judia expulsa do Brasil, por Getúlio Vargas, para a Alemanha nazista de Hitler. A história do Brasil nunca foi a minha preferida, mas, através de um estudo aprofundado de Fernando Morais a história é digna de filme.
6º Livro para se ler antes de dormir: Bíblia, leio-a (quase) todos os dias antes de dormir. Acalma-me e renova minhas forças, e isso não é clichê.
7º Uma coleção de livros que recomenda: Ramsés, com certeza. Uma série de 5 livros que devo ter lido em uns 2 meses de tão preso que fiquei à narrativa. Ótimo enredo, personagens esféricos e boa caracterização do ambiente prendem o leitor a esse belo romance.
8º Um livro revolucionário: Uma ortodoxia generosa. Brian Mclaren escreve sobre uma nova maneira de enxergar o cristianismo pós-moderno ante ao mundo. Há críticas e elogios, prefiro ficar no meio como simples observador. Mas que o livro é revolucionário, isso ele é.
9º Livro que leu antes do filme nele baseado: O ensaio sobre a cegueira, com livro escrito por José Saramago e filme dirigido por Fernando Meirelles, é uma obra-prima. Um daqueles poucos filmes em que o filme equipara-se ao livro.
10º Livro que não pode deixar de ser citado numa lista de livros: Ortodoxia, do G.K Chesterton.

Convido os leitores a fazerem suas listas seguindo seus próprios critérios. Assim que feito, compartilhe nos comentários o link!


via blog doakamine

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments