Eram quase nove horas quando chegou ao clube e encontrou lorde Henry só, sentado à sala matinal, num aspecto bastante entendiado.

– Sinto muito, Harry, mas é tudo culpa sua. Aquele livro tanto me fascinou que esqueci o passar das horas.
O anfitrião levantou-se da cadeira.
– Claro, sabia que você ia gostar.
– Eu não disse que gostei, Harry. Disse apenas que o livro me fascinou, o que é muito diferente.
– Ah, enfim você descobriu!

Lorde Henry exultou; os dois passaram ao salão de jantar.

Oscar Wilde, em O retrato de Dorian Gray (Abril)

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments