Um poema desconhecido do escritor argentino Jorge Luis Borges (1899/1986) e cerca de mil livros seus com anotações de próprio punho foram encontrados na Biblioteca Nacional da Argentina, informaram os autores da descoberta.
“Avisamos os pesquisadores de todo mundo, das universidades de Virginia e Pittsburgh nos Estados Unidos até Leipzig e Hamburgo na Alemanha”, informou Laura Rosato, uma das descobridoras.
“Vários deles já nos anunciaram que virão antes do fim do ano”, acrescentou, orgulhoso, Germán Álvarez, que também trabalha na Biblioteca Nacional argentina, da qual Borges foi diretor durante 18 anos.
Rosato e Álvarez reuniram e publicaram suas descobertas numa obra de 400 páginas “Borges, livros e leituras”, editada pela própria Biblioteca Nacional.

Fonte: AFP

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments