Conversar pela primeira vez sobre sexo com os filhos é um desafio. Mas dois livrinhos divertidos e didáticos podem ajudar muito nessa hora. São eles: Aparelho Sexual e Cia, de Zep, e De Onde Viemos, clássico de Peter Mayle.

Aparelho Sexual e Cia é mais amplo. Aborda desde o que é estar apaixonado até métodos contraceptivos. As páginas são coloridas e ilustradas. Um exemplo é A Corrida ao Óvulo, que mostra em duas páginas o longo percurso dos espermatozoides no corpo feminino.

O bom humor é o fio condutor do livro e complementa as explicações de maneira leve. A inspiração vem do personagem de histórias em quadrinhos Titeuf, sucesso na Europa, com 11 livros publicados. Até os adultos vão se divertir. No capítulo que explica a gestação, para cada mês, há uma ilustração específica. As tiradas são espirituosas. “Com oito semanas, o embrião mede quatro centímetros e tem todos os membros e órgãos. Tornou-se um feto.” De dentro da barriga, diz o bebê: “Legal… Esperei oito semanas pra coçar o nariz.”

Origem

Já De Onde Viemos, lançado pela Zastras, é uma reedição do clássico que já vendeu mais de 2 milhões de exemplares. Está mais colorido, moderno e obedece o acordo ortográfico da Língua Portuguesa. É restrito à explicação sobre o sexo e à gestação dos bebês. A obra começa chamando atenção para as diferenças entre o corpo da mulher e do homem. Depois explica como eles se apaixonam, o que faz com que queiram estar juntos, próximos… até chegar ao sexo.

Os pais devem sentir qual é o melhor momento para abordar o tema. De Onde Viemos pode servir para crianças que já estejam despertando para a curiosidade do sexo. Já Aparelho Sexual e Cia deve ficar para mais tarde para crianças de 9 a 14 anos.

Obras:
Aparelho Sexual e Cia, de ZEP. Ilustr. Hélène Bruller. Companhia das Letras. 96 págs. R$ 32
De Onde Viemos, de Peter Mayle. Ilustr. Arthur Robins. Editora Zastras. 48 págs. R$ 33´

fonte: Hora de SC

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments