Época

Depois do veto a Caçadas de Pedrinho, de Monteiro Lobato, acusado de ser racista, o ministério do Politicamente Correto vai anunciar esta semana uma nova ofensiva contra obras infantis. Chapeuzinho Vermelho será banida dos livro por ter sido considerada um “estímulo a pedofilia”. Uma comissão do ministério concluiu que toda a história gira em torno da cobiça de um lobo adulto que quer conquistar uma criança. “Há duplo sentido em toda a história, só não vê quem não quer”, disse um dos técnicos que participaram do trabalho. 


A comissão está analisando outras obras destinadas ao público infantil anunciará novos livros banidos em breve. Branca de Neve e os Sete Anões é outra história que será vetada. Desta vez, a alegação é de que a princesa em questão explora mão de obra de deficientes físicos sem remunerá-los. “Ela chega numa casa que não é dela e abusa dos pequenos anões, primeiro se fazendo de boazinha, depois passa a ter benesses e jamais paga nada a eles”, afirmou o funcionário. 

Pato Donald e Margarida estão na mira. “É um casal que jamais usa calças”. Até mesmo Mickey pode ter os dias contados. “Fica evidente pelo comportamento de Pateta que ele tem alguma deficiência mental e é explorado por Mickey”, disse. “O rato em questão namora Minie há anos e jamais propôs casamento, o que é um péssimo exemplo para as crianças, passa a mensagem de que constituir família não é importante.” 

Nelito Fernandes Repórter da sucursal Rio de ÉPOCA, escritor, autor teatral e roteirista da TV Globo. Nesta coluna tenta misturar humor e opinião comentando o noticiário, embora admita que na maioria das vezes é difícil manter o humor


Obs: Essa matéria é fictícia e tem caráter meramente humorístico. 
Fonte: Época

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments