Em cinco dias de funcionamento, o Leitura no Ponto, iniciativa inaugurada no Terminal da Zona Sul, já tem 150 cadastrados

Áurea Fortes – Diário de S. Paulo

A Biblioteca Leitura no Ponto não passa despercebida por quem circula pelo Terminal Sacomã, na Zona Sul da capital. A unidade, que tem mais de dois mil exemplares, está em funcionamento desde o dia 29 de outubro e nos cinco primeiros dias já recebeu 150 pedidos de cadastramento. Trata-se da primeira unidade em terminal na cidade de São Paulo e a terceira do país. A iniciativa é uma parceria entre a Prefeitura, por meio da SPTrans, e o Instituto Brasil Leitor (IBL).

A dona de casa Adriana Cavalcante de Matos Gouvea, de 54 anos, nunca teve uma carteirinha de biblioteca e ficou encantada com a possibilidade. “Gosto de ler. Este ano comprei um livro muito bonito de um padre, mas esqueci o nome. Vou me cadastrar e emprestar os livros que tem nessa biblioteca do terminal”, afirmou.

O estudante do 2.º ano do ensino médio Jailson Santos Freitas, de 18 anos, mora em Heliópolis, estuda na Avenida do Cursino e vai aproveitar que passa todos os dias pelo Terminal Sacomã para emprestar livros. “Quero ser ator. Pela profissão tenho de ler muito. Na vitrine já vi quatro livros que quero muito ler ?O menino do pijama listrado?, ?A Cabana?, ?A menina que roubava livros? e ?O ladrão de raios?. Não sei se na biblioteca da minha escola tem. Vou fazer a carteirinha para pegá-los emprestados”, disse.

A promotora de vendas Aline Aparecida Scarpitta, de 24 anos, passa pelo local toda quinta-feira e vai aproveitar para colocar a leitura em dia. Ela adora obras de aventura, suspense e romance e já lê na livraria onde trabalha. “Com a biblioteca vai ser melhor, terei mais tempo. Gosto muito de romances espíritas”, conta. Fã de leitura, a estudante do curso de Letras da Pontifícia Universidade Católica (PUC), Giovana Roggi, de 18 anos, tem a carteirinha da universidade, mas fez a da Leitura no Ponto. A favor da iniciativa, ela acredita que deve ser estendida a outros terminais. “É uma boa oportunidade para se começar a ler. Se fizerem campanhas para incentivar a leitura e a devolução dos livros será bom”, acredita ela.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments