Expensão da sala foi transformada em biblioteca moderna e clean

A estante da sala já não é suficiente para guardar todos os Nerudas, Hemingways, Lobatos e Lipectors.

Organizar os volumes restantes sem interferir na decoração não é tarefa nada fácil. Mas, com jeitinho – ou, melhor ainda, com ajuda de um profissional – os livros podem ganhar espaços especiais na sala, no corredor e até mesmo no banheiro. Podem, inclusive, ganhar status de elemento decorativo na casa.

– Os livros dão alma a uma residência. Eles definem a personalidade do morador e contam parte de sua história – explica a arquiteta Christiane Laclau.

 Projeto de Maurício Nobrega, com livros na parede do banheiro

Pensando nisso, Christiane e seu sócio, o arquiteto Rafael Borelli, reservaram um espaço de 4 metros quadrados de uma ampla sala para guardar todos os livros de um casal que já não cabiam nos dois escritórios. Aberta, a biblioteca moderna e clean reúne todos os xodós dos moradores que ficam expostos para apreciação de quem por ali passa. O projeto foi desenvolvido na união de dois apartamentos vizinhos.

Já a arquiteta Carla Chy teve a ideia de criar num mesmo ambiente a biblioteca, um espaço para leitura e outro para trabalho. A estante ocupa uma parede inteira e, para alcançar os livros que estão no alto, há uma escada de aço que se move sobre trilhos na frente dela. Para o ambiente não ficar pesado, a estrutura da estante é da cor natural da madeira e as prateleiras são brancas.

 Livros do arquiteto Chicô Gouveia foram guardados sob o vão das escadas

Tanto o projeto de Carla como o de Christiane, no entanto, só pode ser desenvolvido em apartamentos amplos. E o que fazer quando não há espaço suficiente para se criar uma biblioteca ou incluir estantes na sala ou mesmo no quarto? Para o arquiteto Maurício Nóbrega, até o lavabo pode ser uma boa opção. No seu projeto para um apartamento pequeno, Nóbrega incluiu prateleiras neste espaço para guardar os livros do morador. Já Chicô Gouveia aproveitou os vãos das escadas de sua casa para guardar os livros que não couberam nas estantes.

Livros viram elemento decorativo na sala projetada por Roberta Moura
E se não houver jeito de incluir os livros nem mesmo no lavabo, a arquiteta Roberta Moura sugere organizá-los em pilhas no chão ou num aparador da sala. No apartamento de uma cliente apaixonada por artes, Roberta transformou os volumes da moradora em elementos decorativos.

– Livros não precisam ficar apenas em lugares óbvios, como em uma estante . Eles ficam lindos em cima de mesas, de aparadores e até no chão. Basta organizá-los de maneira criativa e alinhada – conclui.

Fonte:  O Globo

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments