Iniciativa ocorrerá em cárceres de Porto Velho (RO), Mossoró (RN), Campo Grande (MS) e Catanduvas (PR)
Presos e agentes presidiários receberão oficinas de leitura em quatro penitenciárias federais do país. O projeto Uma Janela para o Mundo – Leitura nas Prisões, será lançado na quinta-feira em Porto Velho (RO) o e ocorrerá também nos presídios federais de Mossoró (RN), Campo Grande (MS) e Catanduvas (PR).
A iniciativa é uma parceria entre a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco), os ministérios da Cultura, Educação, Justiça e Desenvolvimento Agrário e o Departamento Penitenciário Nacional (Depen). O investimento é de R$ 160 mil com a instalação de oito pontos de leitura.
Cada ponto de leitura é composto por um acervo de 650 obras da literatura brasileira e estrangeira, material infantil e juvenil, DVD’s e enciclopédias entre outros. Os participantes do projeto terão acesso a computador e impressora, que ficarão à disposição inclusive das famílias dos internos durante as visitas.
As oficinas serão ministradas por escritores vinculados à Unesco, que utilizarão livros da própria instituição, com o enfoque especificamente em leitores adultos e jovens em formação. A equipe de tratamento penitenciário dará continuidade ao trabalho iniciado, tornando a atividade de capacitação permanente.
Projetos como o Arca das Letras, do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e Pontos de Leitura, do Ministério da Cultura (MinC), integram esta ação como forma de incluir os internos do Sistema Penitenciário Federal em suas políticas públicas de democratização do acesso ao livro e de incentivo à leitura. 

Fonte: Diário Catarinense

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments