Doug Gross

Imagem ilustrativa de como o leitor verá o e-book “Peregrino da Alvorada”

“A Viagem do Peregrino da Alvorada” é um romance, parte da clássica série de fantasia “As Crônicas de Nárnia”, de C S Lewis. Mês que vem será lançado o filme desta obra, o mais recente dessa franquia. E também será um livro eletrônico que deve estabelecer um novo padrão, uma das obras de mais alto nível literário que se aproveita das novas tecnologias de leitores como o iPad e outros tablets similares.

Lançado pela HarperCollins, estará disponível esta semana para vários modelos de tablets e smartphones. O “Peregrino da Alvorada” inclui funções como vídeos incorporados,áudio com trechos do livro, jogos de perguntas e imagens coloridas. Também inclui um mapa da terra ficcional de Nárnia (recurso que, segundo os criadores, foi um dos mais pedidos pelos fãs), uma planta do navio e um guia das criaturas e pessoas do livro.

Segundo a editora HarperCollins, “ele apela para vários dos sentidos humanos, buscando criar uma forma inovadora e emocionante de experimentar Nárnia com a tecnologia da leitura eletrônica”.

Embora não seja o primeiro livro que se aproveitamos das novas oportunidades oferecidas pelo avanço tecnológico em aparelhos para a e-books, ao abraçar a mudança na maneira de as pessoas lerem, esse material Lewis reforça a tendência da leitura em plataformas digitais..

Lewis morreu em 1963, cerca de dez anos depois da primeira edição do “Peregrino da Alvorada”. Mas o que o autor, amigo de J R R Tolkien, autor de “O Senhor dos Anéis” pensava sobre as novas tecnologias?

“É difícil responder, pois os computadores pessoais sequer existiam na época em que Lewis estava vivo”, disse Simon Adley, responsável pela publicação das obras de Lewis . “Mas não consigo imaginar nenhuma razão para que ele se opusesse a ver o seu trabalho disponível a uma nova geração de leitores”.

Os criadores deste e-book dizem que já estavam desenvolvendo opções de interação eletrônica para livros como o “Peregrino da Alvorada” muito tempo antes que existisse a tecnologia usada em aparelhos como iPad e o recém-lançado Galaxy, da Sansung. “Nós já estávamos envolvidos nisso dois anos atrás”, disse Ana Maria Allesi, a editora do e-book.”Saberíamos que esse dia chegaria, tínhamos um planejamento estratégico”.

“Pensamos que isso é só o começo daquilo que pode vir a ser uma mídia completamente nova, no qual o texto é apenas um componente de uma experiência multimídia mais ampla”, escreveu Lauren Indvik, para o site de análises de tecnologia Mashable..

Fica claro que as editoras tradicionais vêem o formato como uma maneira de alcançar novos leitores, bem como atrair os fãs de volta para seus livros prediletos.

O e-book interativo de ”A Viagem do Peregrino da Alvorada” ajuda-nos a trazer leitores de todas as idades ao encontro da série visionária de C S Lewis de uma forma totalmente nova “, disse Susan Katz, presidente da divisão de livros infantis da HarperCollins.

“Este e-book ampliado oferece algo para todos, para os que já leram o livro antes e também quem o está lendo pela primeira vez”.

Fonte: CNN
Traduzido por Jarbas Aragão.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments