Lívia Brandão e Tatiana Contreiras

Séries inspiradas em livros existem aos montes. Mas e quando os personagens pulam das telas e “escrevem” livros no mundo real? A primeira personagem-autora da lista da semana, saiu de “Twin peaks”, série que comemora 20 anos com um episódio especial de “Psych”.

1. Laura Palmer –A célebre-defunta teve seus diários publicados em “O diário secreto de Laura Palmer”. O conteúdo – que deveria ser secreto, como o título entrega – revela episódios com drogas e abusos sofridos pela mocinha da série de David Lynch. Seguindo o sucesso da TV, o livro escrito pela própria filha do diretor vendeu como água no deserto.

2. Hank Moody – É claro que o escritor mais atormentado das séries teria que publicar um livro, né? E o escolhido entre os best-sellers do protagonista de “Californication” é “God hates us all” (cujo título é inspirado em um disco da banda de metal Slayer) que, na série, deu origem a um filme água-com-açúcar chamado “A crazy little thing called love” (algo como “Uma coisinha doida chamada amor”). Para desespero do macho-alfa vivido por David Duchovny.

3. Roger Sterling – O magnata de “Mad men” lançou uma autobiografia contando os podres do mundo da publicidade americana da década de 1960 e suas bem sucedidas aventuras com as mulheres. Uma das frases memoráveis do personagem de John Slattery é: “Lembre-se, quando Deus fecha uma porta, ele abre um vestido”. Sutil, não?

4. Barney Stinson – O legendário personagem de “How I met your mother” vivido por Neil Patrick Harris lançou um verdadeiro manual dos brothers. “The Bro-Code” destila as pérolas de sabedoria de um dos personagens mais carismático da TV.

5. Gary Troup – Ok, este não é um personagem conhecido de “Lost”, mas seria um dos passageiros mortos no fatídico voo 815 da Companhia Oceanic Air, aquele que se espatifou na ilha. O livro é um romance sobre um detetive particular que investiga o desaparecimento de um gêmeo, de sobrenome Widmore (como Charles). Como tudo que concerne a série de J. J. Abrams, o caso do livro que Hurley foi visto lendo (e que acabou sendo publicado na vida real como uma forma de dar pistas aos fãs de “Lost”) é um mistéééério.

Fonte: O Globo

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments