Bráulio Mantovani alcançou sucesso como roteirista de filmes como “Tropa de Elite”, “Cidade de Deus”, entre outros. Agora, lança seu primeiro livro, “Perácio – Relato Psicótico”. O livro começou a ser escrito em 1994, mas a história começou muito antes, quando nos anos 80 ele visitou um manicômio como laboratório para um novo roteiro (projeto que nunca saiu do papel). “O diretor acreditava que eram pacientes de uma instituição psiquiátrica que tinham sido torturadores na época da ditadura militar”.

Em 1994, ele pegou as fitas gravadas com as entrevistas e mostrou a alguns amigos. O projeto começou a ser livro, mas foi engavetado. Finalmente, Mantovani completou as lacunas das histórias contadas pelos pacientes, que acreditavam ser agentes da KGB (polícia russa) no Brasil. As lacunas deixadas pelas entrevistas são preenchidas pelo autor.

Na história, os amigos a quem ele mostrou a fita também aparecem. Suas reações são contadas no livro, e de acordo com o autor “esses dois amigos deram uma pirada. Um até se recuperou, e outra desapareceu. O livro conta onde ela está agora, e é um lugar horrível”.

No podcast abaixo, Mantovani fala sobre os personagens, o processo de criação do romance e como é transitar por textos tão diferentes como roteiros, literatura e teatro.

Clique para ouvir Entrevista com Mantovani

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments