Thaís Pacheco – Estado de Minas

Kétsia Lima/Divulgação
Os livros são vendidos na Estação Central entre R$ 1,99 e R$ 9,99

A Estação Central do metrô de Belo Horizonte virou livraria de vez. Foi o local escolhido pela organização não governamental (ONG) Teia de Textos para levar literatura de baixo custo à população e estimular a leitura. Por lá são encontrados livros de bolso a R$ 1,99 e livros de tamanho padrão, com conteúdo pedagógico, por R$ 9,99. “Editamos a baixo custo para divulgar a literatura brasileira. Também oferecemos livros pedagógicos em que discutimos a formação de leitores e capacitação de mediadores de leitura”, justifica a presidente da ONG, Maria Antonieta Pereira.

Para conseguir isso, a Teia de Texto conta com a ação de voluntários, e isso inclui autores, diagramadores, revisores e todas as pessoas envolvidas no processo de produção. Cabem à ONG apenas os custos de papel e tinta para impressão. Não é, portanto, uma loja de clássicos da literatura. Mas os autores não são necessariamente novos ou desconhecidos. Maria Antonieta explica: “Os livros são um pot-pourri. Há desde trechos da carta de Pero Vaz de Caminha até música contemporânea de Arnaldo Antunes e Ivan Lins. A gente mistura gêneros, épocas, estilos e autores, para contemplar os variados desejos dos leitores”.

Numa primeira iniciativa em 2008, a venda de livros no metrô foi um sucesso, comercializando -se cerca de 1.300 exemplares em 15 dias. Agora, a banca funciona todos os dias, das 14h às 20h, mas só até quinta-feira. O acesso é gratuito, mas quem não é usuário do metrô e vier de fora da estação tem que comprar a passagem (R$1,80) e passar pela catraca.

A Teia de Textos pode dizer que, de leitores, entende. “Trabalhamos essa perspectiva de popularização da literatura brasileira há 12 anos”, lembra Antonieta. Atualmente, uma das ações deles é espalhar, nos ônibus da cidade, uma lâmina plastificada, presa em alguns suportes das poltronas, com todo tipo de textos. Em 2007, esse projeto, batizado “Leitura para todos”, venceu o prêmio Viva Leitura, concedido pelo Ministério da Educação, em parceria com o Ministério da Cultura e Organização de Estados Ibero-americanos para a Educação.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments