Peças ainda são armazenadas nos livros que serviram de matéria-prima

O designer de joias e entusiasta da literatura britânico Jeremy May inovou nas suas criações: a partir da laminação de folhas removidas de livros antigos, ele constrói peças, que depois de prontas ficam armazenadas nos livros das quais foram feitas. Com esse processo de fabricação, o designer cria anéis, pulseiras, brincos e colares.

As joias de papel fizeram tanto sucesso que o designer criou uma marca própria para comercializar os produtos, chamada Littlefly.

Fonte: Revista PEGN

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments