O objetivo é incentivar a leitura da população e aumentar o interesse por livros 

Homem-Livro se veste de papel e distribui livros pelas ruas (Foto: Portal Infonet)

Incentivar a leitura num país que lê pouco é tarefa difícil, mas prazerosa para o Evando dos Santos, conhecido com o Homem-Livro. Há cerca de 8 anos ele se veste de papel e distribui livros nas ruas do Rio de Janeiro e desde o ano passado, em Aracaju também. 

Na manhã desta quinta-feira (6) o Homem-Livro divulgou e distribuiu cartilhas sobre poesia sergipana e direitos dos trabalhadores pelo calçadão da João Pessoa, no centro da cidade.

A intenção principal, além de difundir a leitura, é apresentar para as cidades os seus escritores muitas vezes pouco conhecidos pela população. ” Se perguntar aqui quem conhece alguma obra de Tobias Barreto, ninguém sabe”, indagou e após a fala, ele questionou a população que realmente não conhecia.

Além de promover campanhas pelas ruas, ele criou a biblioteca “Tobias Barreto de Menezes”, onde a população pode pegar quantos livros quiserem e fazer a devolução também quando quiserem. “O objetivo é fazer os livros circularem, se as pessoas não devolverem, não tem problema… o importante é que leiam, indiquem e repassem”, ressaltou o homem-livro. A biblioteca fica no Rio de Janeiro, mas a intenção de Evandro é reunir pessoas interessadas em construir uma biblioteca também em Sergipe.

Fonte: Infonet

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments