A nova sensação literária do Japão tem 99 anos e começou a escrever poemas aos 92. Toyo Shibata teve que desistir da dança tradicional do país, seu passatempo predileto, por causa de dores nas costas. Foi então que seu filho lhe sugeriu que escrevesse poemas. Sete anos depois, ela vendeu 1,5 milhão de livros, graças a um documentário sobre sua vida que a tornou conhecida.

Toyo escreve sobre amor, sonhos e esperança, e acabou cativando os japoneses, que andam preocupados com a crise econômica que assola o país. Em sua primeira antologia estão poemas como “Não fique tão frustrado” e “Todos são igualmente livres para sonhar”. Depois do sucesso, ela espera comemorar o aniversário de 100 anos, em junho, com a publicação de um novo livro.

Fonte: Pop

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments