Capa do livro de Jorge Amado, Tereza Batista cansada de guerra publicada pela edição Stock.

Jorge Amado continua sendo, mesmo dez anos depois de sua morte, um dos escritores brasileiros mais conhecidos na França, país onde ele viveu no exílio e onde quase toda sua obra já foi traduzida. O escritor baiano não é mais o brasileiro que mais vende livros na França, mas sua obra ainda atrai um grande número de leitores levando a editora Stock a reeditar vários romances. “Tereza Batista cansada de guerra” foi último título a chegar às livrarias francesas. O projeto editorial vai culminar no ano que vem, ano do centenário de nascimento do escritor baiano. Ouça aqui as entrevistas de Marie-Pierre Gracedieu, responsável de literatura estrangeira da Stock, e de Rita Godet, professora de literatura brasileira da universidade de Rennes.

Fonte: RFI

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments