Publicado originalmente pelo DIARIO DE PERNAMBUCO

A DreamWorks está de olho na história do WikiLeaks e comprou os direitos dos dois principais livros sobre o site criado por Julian Assange. O estúdio de Steven Spielberg pretende criar um filme com base nas obras WikiLeaks: Inside Julian Assange′s War on Secrecy, dos jornalistas David Leigh e Luke Harding, e Inside WikiLeaks: My Time with Julian Assange at the World`s Most Dangerous Website, de Daniel Domscheit-Berg, um dos fundadores do site, que saiu do projeto por discordar da forma como Assange liberava os documentos.

Spielberg não é o único interessado em fazer um filme sobre o Wikileaks. Segundo o site Deadline, há pelo menos outros três projetos em andamento. O filme da DreamWorks seria um suspense de investigação, no estilo de “Todos os homens de presidente”, diz o Guardian. Com os direitos dos dois livros garantidos, o estúdio pretende ter mais liberdade criativa para criar o roteiro.

A ideia é seguir um caminho semelhante ao de Aaaron Sorkin em “A rede social”. Sorkin se baseou no livro “Bilionários acidentais”, de Ben Mezrich, mas também buscou testemunhos e informações sobre os processos em torno do Facebook. O filme ainda não tem diretor, roteirista ou elenco.

Entre os outros projetos de filmes sobre o WikiLeaks está um documentário dirigido Alex Gibney (de “Enron: The Smartest Guys in the Room”), com base num artigo da New Yorker e produzido pela HBO e BBC. O roteirista de “Guerra ao Terror”, Mark Boal, também pretende escrever um filme sobre o site, baseado em um artigo do The New York Times.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments