Publicado originalmente em Ler Ebooks

O grupo editorial HarperCollins, um dos maiores do mundo, anunciou que vai limitar o empréstimo de ebooks em bibliotecas a um máximo de 26 empréstimos, numa medida que se estende a serviços como o OverDrive ou outros que fornecem ebooks a bibliotecas com possibilidade de empréstimo.

Esta decisão não é retroativa e se aplica apenas aos novos títulos. A HarperCollins baseou a sua decisão no argumento da defesa dos direitos dos seus autores e chegou a este número (26) a partir de uma estimativa do tempo de vida útil da versão impressa dos livros.

Tendo em conta que a maioria dos empréstimo de ebooks são feitos por 15 dias, isto significa que a biblioteca apenas terá o livro disponível pelo período de um ano, obrigando à aquisição de uma nova licença findo esse período. Para e empresa essa é a média observada pelas bibliotecas que substituem livros físicos perdidos, gastos, rasgados ou que de um modo ou de outro se estragaram. Num tempo em que os orçamentos das bibliotecas em todo o mundo sofrem vários constrangimentos, motivados não só pela crise econômica mas também por uma visão economicista da cultura, não será fácil essa relação biblioteca/editora, sobretudo se o exemplo for seguido por outras empresas.

Já existe um movimento na internet propondo um boicote aos livros da Harper Collins como forma de pressioná-los a rever sua decisão.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments