Escolhida como Capital Mundial do Livro pela Unesco, Buenos Aires preparou uma programação especial para os amantes de literatura, que começa em abril deste ano e se estende até abril de 2012. Entre as atrações, passeios turísticos com temática literária, obras de teatro gratuitas pelas ruas da cidade e uma das maiores feiras literárias do mundo.

A celebração começa com a abertura da Feira do Livro, na quinta-feira 21. Listamos os eventos dos próximos meses para você se preparar para um mergulho no melhor da literatura argentina e internacional.

 

Feira do livro

Divulgação
Feira literária de Buenos Aires tem início no dia 21 de abril

Quinta-feira, 21, acontece a abertura da 37ª Feira do Livro de Buenos Aires, com o tema “Uma cidade aberta ao mundo dos livros”. É a maior feira do livro em um país de língua hispânica. O espaço de eventos La Rural, em Palermo, se torna uma cidade literária, onde autores, editores, distribuidores, artistas, educadores e milhares de leitores se encontram.

O homenageado desta edição especial é o ganhador do Prêmio Nobel de Literatura em 2010, o peruano Mario Vargas Llosa. Entre os demais artistas convidados estão o escritor e artista plástico uruguaio Carlos Páez Vilaró, o sociólogo francês François Dubet, a autora mexicana Margó Glantz, o ensaísta alemão Diedrich Diederichsen, além da presença de importantes escritores argentinos.

Literatura e teatro

Divulgação
Peça “Escritores y Personajes de la Avenida de Mayo” pelas ruas de Buenos Aires

Para celebrar o título de Capital Mundial do Livro, a edição de 2011 do programa “La historia en su lugar” apresenta novas exibições gratuitas de teatro pelas ruas de Buenos Aires. (Saiba mais sobre o projeto La historia en su lugar)

O bairro de Belgrano recebe “Las huellas de Mujica Láinez em Belgrano”, sobre o escritor Manuel Mujica Láinez. Acontece todos os últimos domingos de cada mês, às 15h30. O ponto de encontro é na esquina das ruas Fuente de Sucre e 11 de Septiembre.

Já no bairro de Flores é a vez de conhecer a história do escritor Roberto Arlt, com a peça “Una tarde con Roberto Arlt en Flores”. Os espectadores passam pela casa onde ele viveu e a escola onde estudou. Sempre no terceiro sábado de cada mês, às 15h30. O ponto de encontro é a Mansión Flores, na rua Yerbal, 2217.

Na Avenida de Mayo, a mais tradicional da cidade, as peças “Escritores y Personajes de la Avenida de Mayo”, partes I e II, levam os visitantes a um percurso literário que se inicia na entrada do edifício do Bando Nación, na Plaza de Mayo, onde José Hernández escreveu o poema “Martín Fierro”. Outros points literários do circuito: o jornal “La Prensa”, onde Jorge Luis Borges escreveu seus primeiros textos jornalísticos; o Bar London, inspiração para a obra “Los Premios”, escrita por Julio Cortázar em 1960; o Hotel Majestic, o preferido de Antoine de Saint-Exupéry, autor de “O Pequeno Príncipe”.

As duas peças serão apresentadas no primeiro e no segundo sábado de cada mês, respectivamente, às 15h30. O ponto de encontro para a peça I é o Banco Nación, na esquina das avenidas Rivadavia e Balcarce. Para a peça II, é o Hotel Castelar, na Av. de Mayo, 1152.

Torre de Babel

Um dos ícones da arte pop argentina, Marta Minujín, vai inaugurar no próximo dia 7 de maio sua obra mais literária: Torre de Babel de Livros. A ideia é cobrir a torre de 25 metros de altura com 20 mil livros de diferentes lugares do mundo, doados por livrarias, bibliotecas, embaixadas e leitores.

Os visitantes poderão “escalar” os sete andares da torre. Segundo Minujín, sua obra é participativa e pretende mostrar o diverso e o particular convivendo no mesmo espaço. A intervenção artística poderá ser apreciada na Plaza San Martin, em Retiro, até 28 de maio, quando os livros serão doados para a montagem da primeira biblioteca multilíngue portenha.

Sobre quatro rodas

Os ônibus turísticos de Buenos Aires também festejam o título de Capital Mundial do Livro. Os veículos foram estampados com imagens que remetem à literatura argentina e aos seus célebres escritores. Cada carro tem capacidade para 50 pessoas e conta com guias e informações em espanhol, inglês, português e francês.

Os passeios com duração de 2h45 são realizados todos os dias, das 9h às 17h, e partem da esquina das ruas Florida e Roque Sáenz Peña, no centro, passando pelos principais pontos turísticos da cidade. A passagem custa a partir de 70 pesos. Mais informações: www.buenosairesbus.com .

 

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments