Originalmente publicado na Livraria da Folha.

Ágape”, de padre Marcelo Rossi, superou a marca de 3 milhões de cópias vendidas, segundo a editora Globo. O livro chegou às livrarias no final de julho do ano passado. Um indicador para comparação: em geral, uma primeira edição de um autor desconhecido atinge 3.000 exemplares.

Na obra, o famoso sacerdote católico faz reflexões sobre o Evangelho de são João e convida o leitor a conhecer ideais de amizade, caridade e amor.

“Ágape é uma palavra de origem grega que significa o amor divino. O amor de Deus pelos seus filhos. E ainda o amor que as pessoas sentem umas pelas outras inspiradas nesse amor divino”, explica na introdução do volume.

Com prefacio foi escrito por Gabriel Chalita, a obra tem intenção oracional e de reflexão teológica. Madre Teresa de Calcutá e Zilda Arns são exemplos de manifestações do ágape usados pelo autor.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments