Os cães são o nosso elo com o paraíso. Eles não conhecem a maldade, a inveja ou o descontentamento. Sentar-se com um cão ao pé de uma colina numa linda tarde, é voltar ao Éden onde ficar sem fazer nada não era tédio, era paz.”                                                                                                                 

Milan Kundera

Cristina Danuta

C. S. Lewis nos primeiros anos de sua vida foi profundamente marcado por seu cachorro, Jacksie, que foi atropelado quando Lewis tinha apenas quatro anos. Conta-se que a partir desse momento o escritor passou a chamar-se pelo nome do cão e se recusava até mesmo responder se alguém lhe chamasse por outro nome que não fosse Jack.

Não pense você que somente os felinos fazem sucesso entre os escritores. Claro que existem aqueles que jogam nos dois times, como William Faulkner e Stephen King, que tiveram tanto cães como gatos, mas muitos escritores como Dostoiévski, Charles Dickens, Sir Walter Scott, Alexander Pope, Lord Byron, Jorge Amado e Clarice Lispector também tiveram uma relação de afeto e carinho com este que é considerado o melhor amigo do homem.

Também são inúmeros os livros e poemas feitos para homenagear este companheiro fiel e amigo. Ter um cachorro em casa não é somente garantia de bons momentos de diversão. Essas adoráveis criaturas também enchem a nossa vida de muita ternura e alegria. Conheça alguns escritores que tinham o cão como seu animal de estimação.

Stephen King / Foto: Jill Krementz

Clarice Lispector e Ulisses

William Faulkner

E B White e Susy / Foto: Jill Krementz

Franz Kafka

 Imagens: New York Social Diary e internet.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments