Publicado originalmente no Terra

Livro traz cartas trocadas entre Neruda e o historiador Claudio Véliz / Foto: Getty Images

O escritor e professor chileno Abraham Quezada Vergara afirmou, nesta quarta-feira (22), durante a apresentação do livro Correspondencia en el camino al Premio Nobel, 1963-1970, que a obra traz correspondências inéditas que o poeta Pablo Neruda trocou com o historiador chileno Claudio Véliz.

Vergara disse que a obra é um aporte documental que apresenta um ângulo novo da relação intelectual e pessoal do poeta com Véliz, criador do Instituto de Estudos Internacionais da Universidad do Chile.

“Não se trata de uma correspondência a mais de Neruda, Prêmio Nobel de Literatura 1971. É o catálogo documental mais importante de sua autoria que se publica nas últimas décadas”, contou o autor.

O escritor afirmou que a recopilação registrada no livro entra em uma amizade singular e ilumina aspectos ignorados ou subvalorizados sobre as biografias do poeta e a do historiador, doutor em história econômica da Universidade de Londres, “assim como do ambiente intelectual chileno, e, em alguma medida, britânico, de meados dos anos 60”.

O volume contém um estudo preliminar, a transcrição das cartas com notas explicativas, um índice onomástico, outro temático e uma cronologia associada à correspondência.

Segundo o autor, Neruda e Véliz se uniram a partir da bibliografia comum e do gosto pela literatura inglesa, adquirido, no caso do poeta, durante sua estadia no Sudeste Asiático.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments