Fonte: Listas literárias

Dr. Watson e Sherlock Holmes: Entre os dois, mesmo muitas vezes Holmes no alto de sua soberba fazendo seu fiel escudeiro colocar-se no devido lugar de coadjuvante, havia uma sinergia capaz de um prever  o que o outro faria.

Robinson Crusoé e Sexta Feira: Os dois perdidos naquela ilha foram formando u

ma amizade com todas as diferenças de cultura e línguas, que talvez fosse impossível em ocasião diferente.

Dom quixote de La Mancha e Sancho Pança: Só mesmo Sancho para acompanhar com a lealdade que o fazia em sua jornada de aventuras com o “louco” Dom Quixote.

Alice e o coelho branco: Um inóspita e psicodélica parceria antes mesmo do surgimento das raves.

Rei Arthur e lancelote: A dupla era fantástica e muito forte. Na verdade um trio praticamente, já que Guenevere surgia sempre entre ambos.

Arthur Dent e Ford Prefect: O sarcasmo de Dent e a malandragem do aliênigina Ford é a mais cômica e divertida dupla da literatura mundial.

Robert Langdon e Sophie Neveu: é uma dupla cheia de conhecimentos, que vai fundo nas investigações para acabar descobrindo que, o que tanto procuravam estava entre eles.

Hastings e Poirot: Tudo bem, não é uma dupla como Watson e Holmes, mas Hastings mostra-se muito leal ao detetive Belga, sendo inclusive mais ativo nas investigações.

Frodo e Sam: A sociedade do anel é mais ampla bem verdade, mas Frodo e Sam formam uma dupla insepáravel, e Sam é ainda mais importante que o próprio Frodo, pois era o fio da balança que não se deixava pesar.


Comments

comentários

Powered by Facebook Comments