Publicado originalmente no UOL

Bibloteca improvisada com uma caçamba circula pelo centro de São Paulo, espalhando cultura e diminuindo desigualdades

Apaixonado por literatura, Robson Mendonça teve de abdicar dos livros quando, sem ter onde morar, viveu nas ruas da capital paulista. Por falta de comprovante de residência, não podia fazer empréstimos em bibliotecas, e o ambiente, apesar de público, era hostil aos moradores de rua, que quase sempre carregam sacos plásticos com seus objetos pessoais e “destoam” dos frequentadores habituais. Hoje, diretor da organização não governamental (ONG) Movimento Estadual da População em Situação de Rua de São Paulo, Mendonça pôs em prática um sonho antigo: acoplou uma caçamba a uma bicicleta de três rodas e passou a circular pelo centro paulistano, emprestando obras literárias para pessoas que estão na mesma situação que ele viveu. Seu acervo conta com títulos de Truman Capote, Lima Barreto e Graciliano Ramos. Para saber mais sobre o projeto e doar livros para a Bicicloteca, que conta com um local físico para guardar o material, basta acessar o site www.bicicloteca.com.br ou entregá-los na biblioteca Mário de Andrade, em São Paulo (rua da Consolação, no 94, República) e nos bicicletários do metrô.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments