Publicado originamente no Boas Notícias

Já existe um sucessor para dar continuidade aos livros de Astérix. O gaulês mais famoso dos livros aos quadradinhos vai continuar as suas aventuras pela mão de um desenhista que trabalha há muito tempo com Uderzo, um dos criadores da história.

A notícia foi dada pelo próprio Albert Uderzo, esta segunda-feira, em entrevista à rádio RTL. “Este desenhista é alguém que nos tem acompanhado durante algum tempo no estúdio que criamos”, cita a AFP.

As Aventuras de Astérix começaram a ser publicadas em 1959 e desde logo fizeram muito sucesso. Os criadores, René Goscinny e Albert Uderzo, conheceram-se em Paris em 1951 e foram responsáveis também pelas aventuras de Oumpah-pah, Jehan Pistolet e Luc Junior.

O primeiro livro de Astérix chamou-se “Astérix, O Gaulês”. Desde então as aventuras passadas numa localidade imaginária, na Bretanha não pararam, nem mesmo quando Goscinny morreu, em 1977.

Uderzo continua a ilustrar os livros, à média de uma nova aventura a cada 3 a 5 anos. No lugar do autor aparecem ainda os nomes dos dois criadores.

Uderzo tem agora 84 anos e, preocupado com a continuidade das aventuras de Astérix, garante que já encontrou um sucessor. “Quando René Goscinny faleceu, em 5 de novembro de 1977, tinha a ideia de terminar tudo, como Hergé (criador de Tintin), mas reconsiderei. Desejo que esta continuidade dure geração após geração”, completou Uderzo.

Os 33 volumes da série venderam 33 milhões de exemplares no mundo.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments