Publicado originalmente no Livros e Afins

Ideias para você encontrar sua próxima leitura. O que você faz para decidir?

1. Apostar nos clássicos
Um clássico vale a pena ser lido mesmo quando ele é ruim. Me explico: um clássico é considerado indispensável porque possui alguma qualidade marcante, por ter se tornado referência de alguma maneira. Nem sempre o critério é interessante para o nosso paladar, digamos assim. Mesmo assim, vale a experiência de descobrir que critério é esse, de ter a sua própria opinião sobre algo que todos falam.

2. Ler outro livro do mesmo autor
São raros os autores que escreveram apenas um livro. Se o autor já agradou uma vez, é provável que agrade de novo. Esse método tem a vantagem de, por tabela, de fazer do leitor um “especialista”. Assim é possível conhecer o estilo do autor, suas mudanças, seus temas preferidos. Quem faz isso geralmente não resiste e acaba lendo a biografia dele.

3. Procurar uma boa biografia
Raramente uma biografia é ruim. Conhecer a história real de alguém dá novas cores a tudo. É interessante como um romance que tem início, meio e fim, e saber que é verdadeiro torna mais interessante ainda. Dependendo do biografado, ler sua história nos faz entender melhor a sua profissão e o período histórico que ele vivia.

4. Pegar dicas com os amigos
Todo mundo tem algum livro para recomendar. Muitas vezes, são livros desconhecidos, ou com um título desinteressante ou que jamais seria lido se alguém não garantisse que é bom. Além da indicação do livro, isso fortalece a amizade: é uma maneira de valorizar a opinião dos outros. E depois será interessante comentar as impressões que os dois tiveram.

5. Confiar numa editora
Grandes editoras são muito seletivas na hora de publicar um autor, especialmente um desconhecido. As boas editoras são especialistas em alguns ramos de conhecimento – arte, misticismo, filosofia, etc – e fazem uma seleção bastante rigorosa. Por isso, um livro que pareça bom e foi publicado por uma editora boa, provavelmente é bom mesmo.

6. Ler uma página aleatória
Essa dica é pra sentir o estilo do autor. É possível escrever um começo muito bom; começar pelo fim quase ninguém gosta. Ao ler uma página aleatória, dá pra saber se o livro é centrado em diálogos ou em sentimentos, de que maneira o autor contrói as frases e o que descreve. Se em uma rápida passada de olhos o livro parecer interessante, as chances de ser mesmo são muitas.

E você? Como descobre os bons livros?

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments