Local reúne 400 mil exemplares, entre livros, revistas, vídeos, CD-ROM e legislações

Publicado originalmente no Globo Rural

Biblioteca possui o primeiro relatório do Ministério da Agricultura, escrito em 1862

Com prateleiras lotadas de documentos históricos, coleções de publicações, acervo de livros técnicos e até romances, a Biblioteca Nacional da Agricultura (Binagri) é hoje uma das maiores bibliotecas da América Latina especializada em agricultura. Criada em 1909, a Biblioteca do Ministério da Agricultura abriga um acervo de 400 mil exemplares, entre livros, revistas, vídeos, CD-ROM e legislações.

Documentos emitidos desde o tempo do Império, como o primeiro relatório do ministério, escrito em 1862, fazem parte do acervo. Também é possível encontrar as certidões da educação e toda pesquisa de ensino no país já que, durante muitos anos, o ensino profissional brasileiro foi atribuição do Ministério da Agricultura.

Temas como transporte, estradas e imigração também estiveram sob responsabilidade da pasta. Por conta disso, os registros de imigrações, como a chegada dos japoneses em 1908, estão guardados no local.

Funcionários famosos

Entre os documentos importantes destaca-se a nomeação do escritor Machado de Assis como servidor do ministério. Funcionário do quadro por mais de 40 anos e responsável pela imigração, foi com sua experiência no órgão que o escritor criou toda sua base de informações sobre escravos. Também passaram pelo quadro de servidores do ministério o cantor e compositor Renato Russo e Francisco Cândido Xavier, conhecido como Chico Xavier. Este último foi funcionário do Laboratório Nacional Agropecuário, em Pedro Leopoldo (MG).

Acervo

Na biblioteca está disponível a coleção completa da revista A Lavoura, que teve seu primeiro número em 1900. A coletânea tem informações históricas como uma matéria sobre a primeira exposição internacional de aparelhos a álcool. A biblioteca do Ministério da Agricultura também abriga exclusivamente títulos do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA) no Brasil e é biblioteca depositária da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO).

Além das publicações, a Binagri possui uma base com quase 260 mil documentos agrícolas registrados no sistema Agrobase.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments