Publicado originalmente em The Wall Street Journal

A grande rede americana de livrarias Barnes & Noble Inc. lançou na segunda-feira o Nook Tablet, buscando disputar com outros tablets “quentes” que já estão no mercado.

Com o lançamento do tablet, a Barnes & Noble visa atrair os clientes durante a importante temporada de Natal, concorrendo com rivais como o Kindle Fire, recém anunciado pela Amazon.com Inc., e o iPad, da Apple Inc.

O Nook Tablet da Barnes & Noble custará US$ 249 no varejo, incluindo recursos como serviço grátis na “nuvem”, isto é, na internet, nove horas de bateria para assistir vídeos e acesso à banca de jornais virtual do Nook e a revistas em quadrinhos. O Kindle Fire da Amazon, com conexão sem fio, custa US$ 199, enquanto o iPad tem preço inicial de US$ 499.

A Barnes & Noble também anunciou que vai cortar o preço do seu Nook Color de US$ 249 para US $ 199. Ela já cortou o preço do Nook SimpleTouch de US$ 139 para US$ 99.

O diretor-presidente da Barnes & Noble, William Lynch, disse que os serviços para o Nook oferecido nas lojas físicas da empresa são uma das principais vantagens competitivas em relação às ofertas da Amazon. Ele disse que a capacidade de memória do Kindle Fire é “deficiente para um tablet com transmissão de mídia”.

A Barnes & Noble vem aumentando seu acervo digital, e registrou forte crescimento das vendas vinculadas ao seu sua popular aparelho de leitura eletrônica, o Nook. Segundo analistas, a rede de livrarias está se posicionando para a próxima fase de crescimento, com os negócios na área digital ajudando a compensar o declínio das vendas no varejo.

Os negócios do Nook, que incluem vendas de conteúdo digital, aparelhos e acessórios, deve dobrar no ano fiscal corrente para US$ 1,8 bilhão, segundo a Barnes & Noble. A empresa afirma que um dos principais benefícios de vender os aparelhos de leitura é que os clientes que os possuem gastam mais com livros eletrônicos e continuam a comprar livros impressos.

A Barnes & Noble lançou o novo dispositivo em sua loja em Union Square, em Nova York.

A ação da Barnes & Noble estava recentemente em queda de 1,46%, apesar da estréia do novo produto.

(Colaborou Jeffrey A. Trachtenberg.)

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments