Publicado originalmente na Universia

Com a popularização da internet e diversos aplicativos que mantêm as pessoas conectadas o tempo todo, os jovens escritores encontram possibilidade de divulgar seu trabalho

Sempre quis escrever um livro? A internet e os novos livros digitais abriram uma grande rede de oportunidades para aqueles que sonham em ser escritores, mas não possuem dinheiro suficiente para bancar uma publicação ou não são famosos.

Nas livrarias, sempre é possível encontrar uma seção dedicada aos Best Sellers, os livros mais vendidos do momento. Grandes autores, como Ken Follet, Isabel Allende e Stephen King sonham retornar às prateleiras com seus romances depois de vários livros de sucesso internacional.

Porém, em uma realidade paralela à das grandes editoras, existe uma série de jovens escritores que sonham em publicar suas obras e alcançar o sucesso, mas em menor escala.

Por isso, alguns sites, como o Bubok, o Lulu e o Yoescribo, permitem que os autores publiquem por si só os seus livros, graças à internet e ao auge dos livros digitais. E tudo isso sem precisar de um número mínimo de impressões ou passar pelo filtro de um editor exigente para que os leitores conheçam centenas de novos escritores.

No Bubok, por exemplo, o autor pode disponibilizar o livro tanto no formato digital quanto no formato físico, além de decidir o preço de venda. Depois disso, o leitor escolhe a forma de envio. Da mesma maneira, no Lulu o autor pode decidir o tipo de cobertura, o tamanho do interior e o aspecto final do livro. O autor pode decidir praticamente todos os aspectos da publicação.

Além disso, outra porta que a internet abriu foi a da impressão de livros por editoras e coleções públicas de difícil acesso, como a da Biblioteca Nacional da Espanha. A Biblioteca tem, agora, um sistema de “impressão de acordo com a demanda”, que permite o acesso a livros raros.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments