Publicado originalmente no Terra

Polêmicas alancam as vendas da autobiografia de Zlatan Ibrahimovic

A autobiografia do atacante do Milan Zlatan Ibrahimovic se transformou em um sucesso de vendas na Suécia, tendo nada menos do que 100 mil exemplares esgotados passadas poucas horas do lançamento, nesta terça-feira.

Findo todo estoque da primeira edição, a editora Albert Bonnier anunciou, nesta quarta-feira, que já está vendendo uma segunda, também de 100 mil exemplares, de “Jag är Zlatan Ibrahimovic” (Eu sou Zlatan Ibrahimovic). As vendas já começaram a ser feitas na terça-feira à tarde, embora a data do lote estivesse prevista, inicialmente, para o dia 15.
“Nunca vi tantos livros sendo vendidos em tão pouco tempo. Sabíamos que existiria um grande interesse, mas na semana passada explodiu totalmente”, disse, nesta quarta, Martin Ahlström, chefe de marketing da editora.

O aumento do interesse coincidiu com a divulgação de fragmentos do livro feita há poucos dias por dois jornais suecos, “Aftonbladet” e “Expressen”. Ibrahimovic afirma em sua autobiografia, que durante uma discussão criticou o treinador do Barcelona, Josep Guardiola, de não ter “culhões” e “se borrar de medo” de Mourinho, técnico do Real Madrid, quando o atacante do Milan ainda jogava no clube catalão.

A livraria virtual “Bokus” informou também que recebeu 6 mil pedidos de exemplares por antecipação, um número que não foi sequer alcançado por algum livro da série “Harry Potter”. Na Suécia, quando uma autobiografia vende 10 mil exemplares, já é considerada um sucesso.

Segundo cálculos divulgados, também nesta quarta-feira, pela revista econômica “Dagens Industri”, Ibrahimovic poderia embolsar aproximadamente 330 mil euros (cerca de R$800 mil) só com as vendas das duas primeiras edições, já que o livro foi escrito em parceria com o jornalista David Lagercrantz.

O livro também começou a ser vendido na Noruega e na Itália, nesta quarta-feira.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments