Publicado originalmente no Jornal A Cidade

Estreia da primeira parte do desfecho da série motiva procura por DVDs e livros com histórias anteriores

O cinema hollywoodiano viu dois grandes fenômenos de popularidade surgirem nos últimos anos. Enquanto Harry Potter encerrou suas aventuras nas telonas neste ano, a Saga Crepúsculo começa a contar seu desfecho com a estreia de “Amanhecer”.

A tática de desenrolar o capítulo final em duas partes é a mesma usada em Harry Potter. E a mobilização dos fãs também não é diferente. Para os mais saudosistas é a chance de usar o fim de semana para uma maratona com todos os filmes dos vampiros, enquanto os desinformados podem chegar ao cinema, especialistas em “Crepúsculo”.

Os três primeiros longas da saga estão disponíveis em DVD. É possível conferir o início de tudo, quando Isabella Swan (Bella), uma adolescente que se muda de Phoenix para Forks, em Washington, descobre um mundo novo, habitado por vampiros e lobos, que rivalizam.

O segundo filme da série, “Lua Nova”, mostra que, pelas tentações da carne, Edward, o par romântico de Bella, resolve se afastar da jovem com a família. Mas, em depressão, a menina corre perigo e precisa logo ser salva. É nesse período que ela se aproxima de Jacob, o jovem lobo que também é apaixonado pela personagem central.

E se em “Amanhecer”, que chega aos cinemas, o Brasil faz parte do cenário, em “Lua Nova”, foi vez de a Itália ser invadida pelos vampiros.

O Casamento

A união de Bella e Edward, de fato, acontece apenas em “Amanhecer”. Mas no filme que precede o final, “Eclipse”, o pedido de casamento é feito em meio a ameaças de uma nova linhagem de vampiros que, juntos, constituem uma espécie de ‘turma do mal’. É justamente essa ameaça que dá o tom de “Eclipse”.

Livros venderam mais de 100 mi de cópias

Quem é fã já sabe o que vai acontecer até mesmo no próximo e último longa. E não são poucos, afinal, estima-se que mais de 100 milhões de cópias dos livros da série tenham sido vendidos no mundo todo. A história de Stephenie Meyer, porém, parece ser um convite para o cinema. “Eu prefiro os livros, mas é muito interessante a forma como a história é passada para o filme, de uma forma diferente”, analisa a fã Ana Claudia Cesário, que já assistiu a “Amanhecer” e leu todos os livros.

Em paródia, personagem tem o nome de Becca

Quem não gosta e nem tem interesse em conhecer a história do triângulo amoroso mais famoso dos últimos anos, tem motivo para ligar o DVD também. A paródia “Os Vampiros que se Mordam” conta de uma forma cômica as aventuras de “Crepúsculo”. Aqui, Becca é ridicularizada pelo pai. Fato que impede a moça de ter relacionamentos amorosos com vampiros atrapalhados.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments