Projeto ‘Bibliotecando’ será apoiado pelo Criança Esperança em 2012. Estudantes trabalharam com textos de Clarice Lispector e José de Alencar.

Publicado no G1

Alunos de projeto em Uberaba lançam livro (Foto: Reprodução/TV Integração)

O projeto ‘Bibliotecando’, do Instituto Agronelli, em Uberaba, beneficiou em 2011 mais de 120 crianças e adolescentes de escolas públicas com práticas de incentivo à leitura. Os estudantes usaram duas grandes obras nacionais e o resultado foi um livro, escrito por eles, que foi lançado na última semana.

Apreciar uma boa literatura não fazia parte da rotina da sala de aula  na qual a professora Ilma Pereira Barbosa lecionava. “Os alunos mostravam muita resistência com os livros e a gente tinha que insistir muito para que eles lessem”, contou. Porém, há um ano, essa história mudou graças ao empenho da professora e do projeto Bibiotecando.

“Nossa ideia foi trabalhar com clássicos brasileiros. Inicialmente, com Clarice Lispector e José de Alencar. A partir da obra, os adolescentes produziram materiais de gêneros textuais”, explicou a coordenadora de projetos do Instituto Agronelli, Lilia Coelho.

Para os autores, a obra é um incentivo e deixou um gosto de quero mais. “Quando vi o livro fiquei até com vontade de chorar”, revelou o aluno, Danilo Marcelino. “Agora eu tenho gosto pela leitura”, contou a estudante, Carla Marcelino.

Além do livro, outro resultado do projeto é a contribuição para quem está se preparando para o vestibular. “Clássicos nunca morrem. Nas provas de vestibular sempre aparecem e dessa maneira lúdica os adolescentes podem ler sem problema algum”, disse a professora, Sônia Prata.

Esse ano, o projeto recebeu recursos do Instituto HSBC de solidariedade e beneficiou mais de 120 alunos de duas escolas públicas. Para 2012 a expectativa é audaciosa, atender até dez escolas e 300 crianças e adolescentes. Para isso já existe um novo apoio com a parceria do programa Criança Esperança, da TV Globo. “Estamos com muita energia para conquistar o mesmo sucesso que tivemos em 2011”, comemorou Lilia.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments