Publicado originalmente no Estadão

Perder horas entre estantes e livros, com possibilidade de se encantar por um volume e se acomodar em um sofá para folheá-lo mais à vontade, é um programa turístico e tanto. Se os preços forem camaradas, tanto melhor.

Tal combinação é exatamente o que oferecem alguns dos sebos mais bem montados do País. Seja no quesito acervo, seja em infraestrutura para receber os visitantes, são endereços que merecem atenção na sua próxima viagem. Quem se importa com um tantinho de poeira?

Brasília

Sebinho

O melhor e mais bem selecionado acervo de livros usados de Brasília existe há 26 anos e ocupa quase um bloco inteiro da Super Quadra Comercial 406, na Asa Norte. Térreo e subsolo são tomados por estantes, prateleiras e livros usados, alguns de terceira, quarta, quinta mão. A loja cresceu com o passar dos anos. Ganhou espaço para eventos (consulte a programação no site), lan house, áreas de convivência e leitura, além de promover oficinas de restauração de livros. E inaugurou, em 2009, um simpático café com mesas na calçada, que também serve refeições caprichadas. Programa para uma tarde inteira.

Belo Horizonte

Edifício Maleta

O paraíso dos livros usados na capital mineira não é uma loja, mas uma galeria no mezanino do Edifício Maleta, construído em 1957, um dos ícones arquitetônicos da cidade. Entre os sebos, o Shazam costuma atrair aficionados por quadrinhos nacionais e estrangeiros. O lugar é muito frequentado pelos estudantes que moram em repúblicas no prédio.

Rio

Beta de Aquarius

Depois da fachada amarela de casarão do começo do século, forro, escada e estantes de madeira, sofás e alguns gatos que moram ali mesmo e passeiam à vontade pelo salão dão à Beta de Aquarius, no Catete, um quê de sala da casa de alguém. Os livros de segunda mão representam 90% do acervo – os 10% restantes são volumes novos que encalharam nas editoras e são vendidos por R$ 5 ou R$ 10. Desde 2000, atrai universitários e moradores.

Porto Alegre

Beco dos Livros

Aberto em 2002 e com quatro unidades no centro, o Beco dos Livros é o melhor sebo da cidade (e do mundo, dizem os modestos gaúchos). Os corredores guardam de raridades a livros comuns, vendidos a preços interessantes. Se não encontrar o que procura, peça: os atendentes consultam outras unidades por telefone e podem até encomendar o volume para você.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments