Texto escrito por Hillé Puonto no [manual prático de bons modos em livrarias]

a gente até perdoa um ou outro freguês que guarda livro no lugar errado. mentira, não perdoamos e colocamos o nome da pessoa na boca do sapo, assim, sem dó. mas quando quem resolve fazer bagunça na livraria é escritor, o negócio só piora: desejamos a queda instantânea dos dedos das mãos e dos pés do sujeito, porque OLHA.

há algumas semanas, um certo ~autor~ tirou alguns de seus livros da estante e saiu espalhando por toda a livraria. retardo mental define? talvez. porque, né, colocar um livro de história na estante de administração vai fazer com que o cara que foi comprar “quem mexeu no meu queijo”, automaticamente, sinta tesão pela obra jogada ali por acaso e compre. sabe. não vou dizer que é falta de respeito com o trabalho alheio, porque pode soar clichê; mas posso dizer que o cara é um tremendo babaca e foi devidamente colocado em seu lugar pelo lindo do fernando morais há alguns dias. seu fernando, para nós, livreiros, o senhor é o novo batman.

pois bem, vários outros pseudoescritores costumam fazer isso em livrarias. sim, auditório, o cara vai lá, pega o livrinho dele e coloca onde ele ACHA que vai vender mais. e a vontade de dar um cutuque (e não, não é com conotação sexual tipo o cutuque do facebook riços) no cidadão e explicar: meu bem, seu livro é ruim, mas tão ruim, que nem colocando uma nota de cem reais entre as páginas você vai conseguir vender. precisa desenhar que não é o lugar em si que faz o livro ser vendido ou não? não seria mais lindo o cara chegar pra gente e falar: “olha, eu sei que o meu livro é uma bosta, mas eu preciso ganhar dinheiro pra comprar o leite das criança. ajudaeu?”

para ajudar no combate ao delírio, o freguês pedro tostes deu UM SHOW nos comentários do ~escritor~ tiago toy, que postou em sua página do facebook uma espécie de “campanha” contra os destaques das livrarias. não vou nem falar mais nada, deixo o linque da conversa para vocês se lambuzarem.

manual prático de bons modos em livrarias: sim, a gente sabe que muito livro bom fica encalhado por falta de indicação, divulgação, etc. a diferença é que os autores dessas obras não ficam por aí esmolando atenção. bgs.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments