Publicado originalmente no Yahoo

A Justiça de Munique bloqueou nesta quarta-feira, em caráter de urgência, a publicação do livro “Mein Kampf” (“Minha Luta”), de Adolf Hitler, impresso em formato de caderno e edição comentada para ir à venda a partir de amanhã.

Os direitos de publicação do livro são do estado da Baviera, que entrou com a ação para evitar o lançamento. A intenção do editor britânico Peter McGee era colocar à venda fragmentos da obra, comentados, como suplemento da revista “Zeitungszeugen”, que desde 2009 republica antigas edições de jornais nazistas.

Até que se resolva o impasse, o editor cogita ir adiante com a publicação deixando os trechos de “Mein Kampf” ilegíveis, mas preservando os comentários.

McGee anunciou há algumas semanas a ideia de colocar à venda os cadernos, de 15 páginas e com uma tiragem inicial de 100 mil exemplares. Outros dois encartes seriam publicados nas semanas seguintes.

Em 1945, com a queda de Hitler, a Baviera recebeu das forças aliadas os direitos sobre o livro e, desde então, proíbe sua publicação como forma de impedir a difusão de qualquer coisa que possa se tornar propaganda nazista.

McGee argumenta que suas publicações fazem parte de um projeto de pesquisa sobre o nazismo. Ele espera que a partir de 2015, quando a Baviera perde os direitos de publicação, o livro possa ser relançado na íntegra.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments