Publicado no Bonde

Com mais de 300 milhões de livros vendidos em todo o mundo, Paulo Coelho resolveu pedir aos seus leitores que pirateiem sem medo suas obras. O escritor brasileiro se uniu ao site de compartilhamento de arquivos Pirate Bay recentemente. A informação é do jornal britânico The Guardian.
Em seu blog, Coelho comentou que a venda das suas publicações está crescendo desde que seus fãs começaram a compartilhá-las em sites de downloads. O autor assinou o texto – em inglês – como ”The Pirate Coelho”.
”Fiquem à vontade para baixar meus livros de graça e, se você gostar deles, compre uma cópia física – o jeito que nós encontramos de dizer à indústria que ganância não leva a lugar nenhum”, escreveu.
Ele apoia o download ilegal de conteúdo desde que uma versão de ”O Alquimista”, um dos seus maiores sucessos, foi disponibilizado na rede em russo no ano de 1999. Até hoje, mais de 12 milhões de cópias do livro já foram vendidas, informa o jornal.
O Pirate Bay ajuda a promover obras artísticas trocando o logo do site por um por um link para o trabalho do autor.
(com informações do O Estado de S. Paulo)

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments