Lionsgate quer uma nova historia para continuar a franquia no cinema.

Artur Lopes no Cinema com Rapadura

Reconhecida mundialmente, Stephenie Meyer, escritora e criadora dos livros da série “Crepúsculo”, encerrou a história de Bella e Edward em 2008, no quarto livro da série, “Amanhecer”. Desde então, a autora já declarou que pretende dar um tempo no assunto vampiros, mas não descartou a possibilidade de retomá-lo até então.

Entretanto, parece que Meyer pode ter que voltar logo ao tema. Esse é o desejo do grupo Lionsgate, que recentemente adquiriu o estúdio Summit Entertainment, bem como seu catálogo de filmes, entre eles os longas da saga “Crepúsculo”, incluindo a última parte que chegará aos cinemas norte-americanos no próximo 16 de novembro, “Amanhecer – O Final”.

De acordo com o SlashFilm, na última semana, durante uma tele-conferência, o executivo Rob Friedman declarou total apoio a Stephenie Meyer se ela desejar escrever um novo livro. “Se ela (Meyer) quer mesmo escrever, nós vamos estar lá para apoiá-la”, declarou Friedman. Já se especula que a declaração do executivo seria uma espécie de pressão sobre Meyer para um novo livro. Somente “Amanhecer – Parte 1″, último filme da franquia que foi lançado, rendeu mais de US$ 700 milhões em todo mundo. A Lionsgate acredita que ainda existe um grande potencial lucrativo a ser explorado dentro da franquia.

Não foi confirmado até o momento se Stephenie Meyer está mesmo trabalhando no quinto livro da saga. Sabe-se que a escritora trabalhava em uma obra chamada de “Midnight Sun”, que recontaria os eventos da saga Crepúsculo sob os olhos de Edward Cullen. Entretanto, Meyer desistiu do projeto após alguns trechos terem vazado na internet.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments